Opinión: José Emilio Vicente Caneda

Catalunya e nós: Vinte dias para abalar o régime

O nacionalismo galego pode aprender em Catalunya o que já sabia. Som teses históricas, ainda que circulem com frequência de forma subterrânea, o carácter ilegítimo do Estado, derivado dumha reforma indissimulável do régime ditatorial anterior, assim como a ausência de possibilidades de negociaçom com um poder de tendência secularmente oligárquica e imperial